25.3.11

Quero discutir sobre

VÍCIOS

2 comentários:

  1. vícios... queres que te fale do meu?
    do que me faz mal ou do que me faz bem?
    ou será que não há vício bom, já que um vício é um excesso de algo que não conseguimos largar, e tudo o que é em excesso não é bom.

    Fui pesquisar e descobri que essa palavra deriva do latim "vitium", que significa "falha" ou "defeito", prejudica o próprio e os que o rodeiam. O oposto de vício é virtude.

    Portanto, o vício nunca poderá ser uma virtude.

    “A virtude é quando se tem a dor seguida do prazer; o vício, é quando se tem o prazer seguido da dor”, esta frase de Margaret Mead a mim fez-me que pensar, o vício é algo que nos atinge tão inconscientemente que não reparamos no momento o que estamos a fazer, depois do acto é que nos começamos a aperceber dos seus danos, temos o exemplo das pessoas vicíadas em comida, que acho que as duas sabemos o que acaba por lhes acontecer, e o resultado é uma depressão emocional.
    Depois temos outros vícios, com consequências mais graves.

    Eu sei que já me deves estar a achar uma chata e a pensar: "esta está para aqui a escrever o quê?", por isso desculpa-me.

    Já agora nao se confunda vício com dependência, são totalmente diferentes, já que a dependência é medicamente curável ao passo que o vício está mais relacionado com a parte irracional do nosso cérebro, com os instintos, podese considerar mesmo psicológico.

    Por agora é tudo, talvez daqui a nada me inspire para dizer algo melhor e não tão estupidamente escrito.

    Sabes que te adoro pudim *

    ResponderExcluir
  2. o meu vício é chocolate. chocolate faz-me sentir bem e ajuda-me a estudar. acima dos livros, do caderno diário e da calculadora.. está o chocolate :)

    .. e depois fico em forma! forma redonda, isto é :D

    ResponderExcluir